Um ano depois do primeiro contato com a Escola Estadual Enéas de Oliveira Guimarães, que aconteceu no momento de concepção do FLUTUA, voltamos para mais oficinas: agora realizadas pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) da Prefeitura de Uberlândia. As atividades realizadas pelo edital se dividiram em 4 dias de oficina e um de instalação.
Oficina de Birutas 
Guiada pelo artista Raphael Faria, a primeira oficina foi realizada com crianças de 6 à 8 anos e consistiu na construção de objetos feitos de material flexível (no caso, plástico de reuso) que funcionam não só como indicadores de vento, mas também brinquedo - as birutas. 
Nela, as crianças cortaram, customizaram e montaram seus próprios brinquedos birutos, além de também se divertirem durante a produção e depois.
Equipe: Raphael Faria, Luiza Dalvi, Rayssa Carvalho e Beatriz Justo.
Oficina de cidade dos sonhos
Guiada pela estudante de Arquitetura e Urbanismo Luiza Dalvi, esta oficina consistiu no estímulo do conhecimento lúdico das crianças de 8 à 10 anos acerca das relações entre elas e a cidade. Com referências do livro ''Cidades Invisíveis'', de Italo Calvino, a meninada pôde construir suas estruturas que ao final compuseram a sua cidade dos sonhos, também chamada por elas de ''cidade da imaginação, da criatividade e das artes. Foram usados como materiais palitinhos de madeira, massas de junção e outros acessórios. 
Equipe: Luiza Dalvi, Rayssa Carvalho, Isabela Magro, Beatriz Justo e Isabelle Neiva.
Oficina de luminária inflável
Guiada pelo engenheiro ambiental Rodrigo Feres, esta oficina ensinou as crianças entre 8 à 10 anos a criarem suas próprias luminárias infláveis usando lixo eletrônico e outros materiais reutilizados, como o plástico e tubos de PVC. Nela, os estudantes aprenderam sobre eletrônica e montaram a luminária por completo: desde o seu circuito elétrico até a customização das bases e cúpulas. 
Equipe: Rodrigo Feres, Luiza Dalvi e Laura Machado.
Oficina de movimento 
Guiada pela estudante de arquitetura e urbanismo Rayssa Carvalho, essa oficina buscou estimular a movimentação e a consciência corporal das crianças de 6 à 8 anos de diversas formas: imaginando objetos invisíveis, materializando seus sonhos através de desenhos, moldando suas silhuetas no chão forrado de papel, registrando o alcance dos seus braços nas paredes forradas de plásticos e dançando ao som de diversos tipos de música.
Equipe: Rayssa Carvalho, Luiza Dalvi, Isabela Magro e Ariane Freitas.

Data: outubro/2018

Fotos: Equipe FLUTUA

OFICINAS PMIC
6
54
0
Published: