Add to Collection
About

About

The spaces are there. Quiet. They are dreams, projects. We look at them with love, indefference, hate. And sometimes, just sometimes, they are ou… Read More
The spaces are there. Quiet. They are dreams, projects. We look at them with love, indefference, hate. And sometimes, just sometimes, they are ours. This project is the result of two days in Serralves and its empty spaces. They make us dream. Without drama or desire. os espaços estão lá. quietos. são sonhos, projectos. olhamos para eles com amor, indiferença, ódio. e por vezes, só por vezes, eles são nossos. este projecto é o resultado de dois dias em Serralves. os seus espaços vazios. e o que nos fazem sonhar. sem drama. sem desejo. Read Less
Published:
The spaces are there. Quiet. They are dreams, projects. We look at them with love, indefference, hate. And sometimes, just sometimes, they are ours. This project is the result of two days in Serralves and its empty spaces. They make us dream. Without drama or desire. 

Os espaços estão lá. Quietos. são sonhos, projectos. Olhamos para eles com amor, indiferença, ódio. E por vezes, só por vezes, eles são nossos. Este projecto é o resultado de dois dias em Serralves. Os seus espaços vazios. e o que nos fazem sonhar. Sem drama. sem desejo.
et plus rien qui m'enchaine | 2012

os espaços estão lá. quietos. são sonhos, projectos.olhamos para eles com amor, indiferença, ódio.e por vezes, só por vezes, eles são nossos.
este projecto é o resultado de dois dias em Serralves.os seus espaços vazios. e o que nos fazem sonhar.sem drama. sem desejo.