Add to Collection
About

About

My proposal for Winter 13 trends.
Published:
As a fashion designer, I MUST be always one step ahead. I made a serious research of everything that will be a trend this next winter and I organize the photos, fabrics, prints, objects of desire and colors in this next panels:
Hope you like it!
 
The work is in Portuguese, it was done for a portuguese site.
 
Influência militar (entre guerras), barroca, oriental e asiática, andrógena e austera e por fim natural, orgânica e 3D, são tendências muito marcadas para Inverno 2013.
 
Começo por falar sobre a influência militar, que nos leva a pensar logo num estilo Inglês. As peças, os tecidos, as cores e os detalhes-chave neste tema são os sobretudos “shelter” ou abrigo, que dão proteção, normalmente oversized, com grandes bolsos, cintos apertados, lapelas, botões grandes e alguns em dourado com brasões e divisas. Cada designer faz as suas adaptações, dando um toque de contemporaneidade, como aplicações douradas nas mangas (lantejolas), linhas mais futuristas etc...
Outra peça-chave deste tema são os intemporais trench coats, são logo associados ao estilo militar, apanhados na cintura, com grandes bolsos e são inovados somente nos tecidos utilizados e aplicações.
Os tecidos mais utilizados neste estilo são o tweed e a fazenda.
As cores utilizadas são os tons de Inglaterra, do entre guerras, ganham relevância os castanhos, ocre, laranja queimado (tijolo), caqui, azul petróleo e os beges mais amarelados.
 
O segundo tema, tem como inspiração a Ásia, o oriental e o barroco.
Os volumes, as peças com linha kimono, os estampados florais, barrocos, orientais e coloridos, juntamente com os dourados, metalizados, negros dos estampados e aplicações.
É um tema onde os estampados e os tecidos de luxo falam mais alto.
Neste tema o destaque de cores vai para os tons profundos como o vermelho, o roxo e o dourado, em contraste com vários pretos coloridos.
 
O terceiro tema inspira-se num “Not sure you’re a boy or a girl”, o look andrógeno e austero.
Neste tema estão presentes as linhas retas, tecidos rígidos, a pele, o oversized, que nem deixam entender se é uma peça feminina ou masculina, (acaba por ser versátil), o uso das camisas brancas com colarinho alto, a sobreposição de várias peças, os volumes e a linha V.
Quanto às cores, temos duas paletas distintas, os tons de pastel, femininos, as cores geladas e neutras com toques de bege e rosa, a aquecer ligeiramente a paleta e, por outro lado, os tons básicos como o preto, azul, cinza e branco.
 
A quarta tendência está relacionada com a natureza.
Os materiais são naturais, artesanais, portanto os tricotados, entrançados, a lã e o pêlo são obrigatórios.
Os relevos, as texturas e os 3D dão um toque de modernidade. Os volumes, abrigos e a utilização de diferentes materiais na mesma peça, são características da tendência.
 
SAPATOS:
As plataformas, são uma forte tendência, são esteticamente bonitos e facilitam o andar, comparando com os sapatos de salto alto simples; os loafers envernizados ou com sola de “creepers”, fazem-nos lembrar os punks e os rockabillies, dão um look andrógeno, pois associam-se a sapatos de homem; as ankle boots em pele e rasas, com recortes, salto alto, aplicações como tachas, picos, fivelas, são uma das muitas variações deste tipo de bota; As wedge sneakers apareceram e não agradam ao gosto de qualquer pessoa, mas como se costuma dizer: “Primeiro estranha-se depois entranha-se”, as sapatilhas “Isabel Marant” são um fenómeno e vieram para ficar, existem muitas versões e já são “copiadas” por muitos designers.
Por fim, os sapatos vão se usar com a conjugação de vários materiais em simultâneo, como sapatos Oxford de pele com recortes, plástico transparente e sola de madeira.

CABELOS:
O barroco veio influenciar o uso de ornamentos no cabelo como bandoletes, fitas, ganchos etc...
Os “hair bun” ou puxo bailarina vieram para ficar, são fáceis de fazer e tanto dá para usar numa festa de gala, como no dia-a-dia. Para contrariar o “hair bun”, usam-se também os apanhados baixos, com risca ao lado e gel.
O cabelo medieval, natural, com tranças e risca ao meio, é facil de fazer e dá um look descontraído, simples e feminino.
Inspirado nos anos 50 e no ícone Grace Kelly, os enrolados são super tendência.
Por fim, os dip dyed são radicais, nem toda a gente gosta, mas dão um ar “trashy” e “trendy”, apareceram em 2011 mas continuam em voga.
 
EXTRAS:
Como extras para tendências Inverno 2013, acho que deveria falar sobre a novidade, não muito usada, mas que vai começar a ser, os “Ear cuff”. 
É uma maneira bonita de decorar a orelha, existem imensos designs e de diversas aplicações, dá um look futurista e feminino.
O outro extra que escolhi, foram os chapéus. Intimidantes para muitos, mas nunca perdem o seu charme. 
Para este Inverno será tendência os chapéus de pêlo, os “Fedora”, os “Cowboy”, os “Gaúcho” e as “Cloches” (Gossip Girl e anos 20).