The Big Sleep

  • 311
  • 7
  • 0
  • Projeto académico, janeiro 2011, ESAD Matosinhos
    Desenvolvimento de uma proposta gráfica para o livro "À Beira do Abismo", de Raymond Chandler, pertencente a uma série de livros de bolso e de capa mole da editora Vendaval.
    A capa do livro proposta é uma composição que remete com maior intensidade para a identidade visual do período temporal onde ocorre a ação narrativa da personagem criada por Raymond Chandler. Anos 40. Los Angeles. Califórnia. Cidade boémia composta por intervenientes mascarados pelo seu estatuto social.
    A composição relembra as fachadas modernistas dos edifícios do século XX (principalmente dos teatros e cinemas, com os letreiros que apresentam peças e títulos de filmes, respetivamente) e as amplas avenidas de L.A. Num segundo campo, três circunferências preenchidas a vermelho são “rasgadas” pelo título em diagonal, relembrando algumas composições dadás. Nestes três objetos geométricos, a referência desdobra-se em dois: por um lado, dá continuidade à linguagem modernista anteriormente apresentada, assim como as três mortes existentes nesta obra literária.

    Academic Project, January 2011, ESAD Matosinhos
    Development of a proposed book design for the hardboiled crime novel "The Big Sleep" by Raymond Chandler, belonging to a series of paperbacks books from Vendaval publisher.
    The book cover proposal is a composition with greater intensity refers to the branding of the time period where the narrative action occurs with the main character created by Raymond Chandler. 40's. Los Angeles. California. Bohemian city composed of actors masked by its bylaws.
    The composition recalls the modernist building façades of the twentieth century (mostly theaters and cinemas, with placards showing plays and film titles, respectively) and the wide boulevards of LA In the second field, three red filled circles are "torn" diagonally by the title, recalling some dadas compositions. In these three geometric objects, reference unfolds in two: on one hand, continues the modernist language previously presented, as well as the existing three deaths in this novel.