Add to Collection
About

About

SRB | SESC RIBEIRÃO PRETO RIBEIRÃO PRETO, SÃO PAULO, BRASIL | 2013 ★ TERCER PREMIO CONCURSO NACIONAL BRASIL A CONSTRUÇÃO DE UM LUGAR A cidade c… Read More
SRB | SESC RIBEIRÃO PRETO RIBEIRÃO PRETO, SÃO PAULO, BRASIL | 2013 ★ TERCER PREMIO CONCURSO NACIONAL BRASIL A CONSTRUÇÃO DE UM LUGAR A cidade contemporânea intensifica sua vitalidade com novas inserções. Operações capazes de estabelecer relações múltiplas que se estabelecem como a matéria prima da urbanidade. Mais que um edifício, propõe-se a criação de um "lugar" como espaço hibrido e dinâmico. A proposta tem a intenção de provocar encontros, impulsar novos vínculos e conexões, ativar programas e usos. O projeto é formulado partindo de “chaves” projetuais que se encontram no programa, na escala e nas interfaces existentes. Programa As atividades e eventos previstos, assim como a entidade promotora, tem um peso fundamental na capacidade transformadora desta intervenção para a cidade de Ribeirão Preto. São atividades culturais, esportivas, de ensino, recreação e saúde que constituem uma das plataformas programáticas mais significativas da contemporaneidade. Escala Os números referentes ao tamanho do programa, do terreno, da quantidade de pessoas que vão usufruir deste complexo definem uma intervenção de escala regional. Interfaces Na Avenida Dr. Francisco Junqueria a interface do prédio com a cidade ganha altura e torna-se de escala monumental e de valor institucional, nesse cenário a piscina e a torre são protagonistas. Já na Rua Visconde do Rio Branco a interface urbana toma a escala do bairro, uma escala residencial e de valor social; a rua se desdobra em uma praça pública. A Rua Tibiriça conserva a interessante interface que o edifício do arquiteto Oswaldo Corrêa Gonçalves definiu nos anos sessenta, porém renovada e atualizada; recebendo novos usos. A construção da geografia: A praça urbana, o conjunto aquático e o promenade. PRAÇA URBANA Como espaço de oportunidade. Uma praça aberta ao bairro, um espaço disponível de grandes dimensões. Sua configuração de platô (plano e homogêneo) permite mudar sua configuração segundo novas demandas. São muitas as opções de apropriação deste espaço: desde o uso típico de praça de bairro fazendo uso da marquise e dos mobiliários que a configuram, até eventos de cinema ao ar livre e concertos musicais. Esse espaço possui 1.000m2 de área disponível, tem como elementos bases a marquise, os mobiliários urbanos, os equipamentos alternativos e efémeros de esporte e cultura e ainda conta com uma grande área ao ar livre, onde intervenções mínimas e pontuais podem caracterizar várias opções de ocupação. Estas múltiplas configurações, de usos previstos e abertos à novas demandas da Instituição definem este setor como um “espaço de oportunidade”. CONJUNTO AQUÁTICO Reconfigurado para atender demandas de normas técnicas e modernização, o conjunto existente passa a ter uma cobertura redefinindo-o como conjunto aquático coberto. Surge dessa estrutura a nova piscina descoberta em um nível restritivo e privativo que não se confronta com as outras atividades do SESC. PROMENADE Como rua de espaços Define-se como a estrutura conectiva do prédio. Estrategicamente localizada para servir tanto ao setor esportivo quanto ao educativo e comunicar a praça com o prédio existente. Este passeio atravessa transversalmente o lote conectando-o desde a Av.Dr. Francisco Junqueria até a Rua Visconde do Rio Branco, e vice-versa. De apropriação livre, continuidade das atividades sugeridas pelos programas, conforma outra identidade, diversa: aquela dada pelos programas ativos no momento, providenciando uma vivência quase urbana. Constituída com uma serie de Ipês Roxo, pavimentação drenante, rampas e mobiliários urbanos, conforma uma espacialidade de escala humana com alta capacidade conectora. Vigliecca & Assoc + StudioParalelo + MAAM Vigliecca & Assoc: Hector Vigliecca Socios/Sócios: Luciano Andrades, Matías Carballal, Rochelle Castro, Andrés Gobba, Mauricio López, Silvio Machado. Equipo de proyecto / Equipe de projeto: Guillermo Acosta, Alexis Arbelo, Pablo Courreges, Pamela Davyt, Emiliano Lago, Aldo Lanzi, Jaqueline Lessa, Isabella Madureira, Francisco Magnone, Diego Morera, Camilla Pereira, Agustín Piña, Mauricio Wood. Renders: MAAMMEDIA + MAGNONEPIÑA Read Less
Published:
SRB | SESC RIBEIRÃO PRETO
RIBEIRÃO PRETO, SÃO PAULO, BRASIL | 2013
★ TERCER­­­­ PREMIO CONCURSO NACIONAL BRASI
A CONSTRUÇÃO DE UM LUGAR
 
A cidade contemporânea intensifica sua vitalidade com novas inserções. Operações capazes de estabelecer relações múltiplas que se estabelecem como a matéria prima da urbanidade. 
Mais que um edifício, propõe-se a criação de um "lugar" como espaço hibrido e dinâmico. 
A proposta tem a intenção de provocar encontros, impulsar novos vínculos e conexões, ativar programas e usos. 
 
O projeto é formulado partindo de “chaves” projetuais que se encontram no programa, na escala e nas interfaces existentes.
 
Programa
As atividades e eventos previstos, assim como a entidade promotora, tem um peso fundamental na capacidade transformadora desta intervenção para a cidade de Ribeirão Preto. São atividades culturais, esportivas, de ensino, recreação e saúde que constituem uma das plataformas programáticas mais significativas da contemporaneidade.
Escala
Os números referentes ao tamanho do programa, do terreno, da quantidade de pessoas que vão usufruir deste complexo definem uma intervenção  de escala regional.
Interfaces
Na Avenida Dr. Francisco Junqueria a interface do prédio com a cidade ganha altura e torna-se de escala monumental e de valor institucional, nesse cenário a piscina e a torre são protagonistas. 
Já na Rua Visconde do Rio Branco a interface urbana toma a escala do bairro, uma escala residencial e de valor social; a rua se desdobra em uma praça pública.
A Rua Tibiriça conserva a interessante interface que o edifício do arquiteto Oswaldo Corrêa Gonçalves definiu nos anos sessenta, porém renovada e atualizada; recebendo novos usos.
 
 
A construção da geografia: A praça urbana, o conjunto aquático e o promenade.
 
PRAÇA URBANA
Como espaço de oportunidade.
Uma praça aberta ao bairro, um espaço disponível de grandes dimensões. Sua configuração de platô (plano e homogêneo) permite mudar sua configuração segundo novas demandas.
São muitas as opções de apropriação deste espaço: desde o uso típico de praça de bairro fazendo uso da marquise e dos mobiliários que a configuram, até eventos de cinema ao ar livre e concertos musicais.
Esse espaço possui 1.000m2 de área disponível, tem como elementos bases a marquise, os mobiliários urbanos, os equipamentos alternativos e efémeros de esporte e cultura e ainda conta com uma grande área ao ar livre, onde intervenções mínimas e pontuais podem caracterizar várias opções de ocupação.
Estas múltiplas configurações, de usos previstos e abertos à novas demandas da Instituição definem este setor como um “espaço de oportunidade”. 
 
CONJUNTO AQUÁTICO
Reconfigurado para atender demandas de normas técnicas e modernização, o conjunto existente passa a ter uma cobertura redefinindo-o como conjunto aquático coberto. Surge dessa estrutura a nova piscina descoberta em um nível restritivo e privativo que não se confronta com as outras atividades do SESC.
 
PROMENADE
Como rua de espaços
Define-se como a estrutura conectiva do prédio. Estrategicamente localizada para servir tanto ao setor esportivo quanto ao educativo e comunicar a praça com o prédio existente.
 
Este passeio atravessa transversalmente o lote conectando-o desde a Av.Dr. Francisco Junqueria até a Rua Visconde do Rio Branco, e vice-versa. De apropriação livre, continuidade das atividades sugeridas pelos programas, conforma outra identidade, diversa: aquela dada pelos programas ativos no momento, providenciando uma vivência quase urbana.
 
Constituída com uma serie de Ipês Roxo, pavimentação drenante, rampas e mobiliários urbanos, conforma uma espacialidade de escala humana com alta capacidade conectora.
Vigliecca & Assoc + StudioParalelo + MAAM
 
Vigliecca & Assoc: Hector Vigliecca
 
Socios/Sócios: Luciano Andrades, Matías Carballal, Rochelle Castro, Andrés Gobba, Mauricio López, Silvio Machado.
 
Equipo de proyecto / Equipe de projeto: Guillermo Acosta, Alexis Arbelo, Pablo Courreges, Pamela Davyt, Emiliano Lago, Aldo Lanzi, Jaqueline Lessa, Isabella Madureira, Francisco Magnone, Diego Morera, Camilla Pereira, Agustín Piña, Mauricio Wood.
 
 
Renders: MAAMMEDIA + MAGNONEPIÑA