Add to Collection
Tools Used
About

About

Diversas ilustras de heróis/filmes.
Published:
Ilustração feita para o Nerdcast Decifrando Donnie Darko. Ou não. A criação foi inspirada nos posters de filmes, compondo a típica atmosfera de mistério dos personagens, que dão um tom dramático para a cena. Na imagem, Frank, o coelho gigante protagoniza o layout, enquando o Jovem Nerd e Azaghâl ficam num segundo plano, com o figurino de Donnie na festa a fantasia. Optei por manter uma paleta sombria, com tons de azul, assim como no poster do filme original. Já as citações ficam por conta dos convidados do próprio podcast.
Ilustração feita para o concurso da FNAC em comemoração ao 75 anos do super herói.
 
Para a comemoração dos 75 anos do Superman, eu poderia ilustrar as cenas mais clássicas que eu me lembro. Poderia ser a cena da primeira HQ, quando ele levantou um carro. Ou um daqueles seus voos que furavam as nuvens. Ou quando ele ficava com sua capa ao vento. Poderia ser quando ele lutou com Muhammad Ali. Quando, enfim, ele beija pela primeira vez a Lois Lane. Ou quando assustou o mundo e ressurgiu das cinzas com a HQ “A Morte do Super-Homem”. Mas dessa vez, optei por um ponto de vista bastante pessoal e que tentasse trazer a poderosa simplicidade deste super herói de 75 anos. 

Lembro da primeira vez que o vi, numa HQ no quarto do meu irmão. Quando peguei a mesma revistinha e li escondida. Quando assisti Christopher Reeve voando pela primeira vez na TV e eu tentando fazer a mesma coisa, pulando do sofá e enrolando um pano de prato no pescoço como capa. A primeira vez que ganhei o boneco, que mexia os braços quando se pressionava as pernas (vá entender!). Quando adolescente, ficava num suspiro sem fim vendo Smallville. Quando ficava indignada com a incapacidade das pessoas não perceberem que o Clark era o Superman de óculos e sem gel! Quando me decepcionei com as versões mornas no cinema e quando me emocionei e respirei aliviada com as cenas nostálgicas de Man of Steel. 

Então, não poderia ser outra proposta: um retrato. Como uma forma que pode até parecer meio antiquada, de eternizar um personagem que marcou a vida de tanta gente e nesse caso, da minha, é claro. Sem firulas, sem elementos camuflados (que eu tanto amo, mas que não cabiam aqui). E com aquela ideia de que mesmo sendo um super herói tão complexo, ele nunca deixou de ser aquele que eu conheci quando li aquela primeira HQ, escondida. Sem ser pássaro ou avião. Só sendo o Superman.
 

"Why so serious?"
Coringa, em Batman Dark Knight
 
Para a criação do poster do Coringa utilizei vários elementos de referência aos quadrinhos (inclusive, o background já denuncia isso): o alvo, as gargalhadas e o símbolo do Batman camuflado em seus olhos. A ideia é trazer o típico sarcasmo do vilão, inspirado no personagem das primeiras revistinhas.