Manifesto - Cultura no Design

  • 346
  • 17
  • 3
  • Manifesto  
    Contra a cultura no Design
  • Decidi fazer este manifesto em função da minha frustração com adiscriminação a que um designer recém formado é sujeito quando tentainserir se no mercado de trabalho.
    A maioria das empresas procuram tendencialmente designers consagradosou designers com experiencia, isto é algo bastante pragmático, no entantofecha as portas de forma ingrata a possíveis mais valias, o novo não deve sertemido mas sim apoiado.
    Quero portanto com este manifesto gritar a humanidade alheia doempresário, que seja entendido que de boas intenções pode vir trabalhobastante bom, quem sabe excepcional. De facto cabeças mais frescasrevelam uma formatação menos acentuada que pode ser um elemento fulcralpara marcar a diferença no desenvolvimento de uma solução para o trabalhoem questão.
    A inovação deve ser apoiada e não temida, na nossa área a evoluçãoconstante e alteração das tendências são fundamentais para criar adiferença.
    No entanto nós designers não podemos atribuir toda a culpa a entidadeempresarial, se por um lado ele se prova demasiado inacessível á “carnefresca” é também nossa obrigação que sejamos ouvidos, temidos eadmirados pela nossa capacidade para concretizar trabalho, falo de proactividade, de design de guerrilha e de tenacidade para não desistir . O nossotrabalho é encontrar soluções, devemos dissecar este desafio e contornar oproblema de forma inteligente. Criar a oportunidade, violar o comum, sercapaz de penetrar a barreira e evidenciar nos.
    Caso contrário: