Add to Collection
Tools Used
About

About

Diversas ilustras de heroínas!
Published:
FRIDA KAHLO
 
Neste retrato de Frida Kahlo quis incluir vários elementos que fizeram parte de sua vida. De certa forma sua realidade pessoal e profissional sempre andaram juntas, por isso não é a toa que a maioria de seus quadros eram auto-retratos. Depois de ler a obra de Francisco Haghenbeck, O Segredo de Frida Kahlo, pude trabalhar com elementos ainda mais inspiradores do que aqueles que eu já conhecia de suas pinturas. 
 
Além da inspiração no própria livro, a ilustra tem como base a fotografia icônica de Frida, pelas lentes de Nickolas Muray, em 1938. Com um tom mais caricato e bem dramático, abusei das flores na cabeça e aproveitei para incluir o galo Cui‑cui‑ri no meio dos arranjos e o macaco carinhosamente enrolado no seu pescoço. A presença do Dia dos Mortos na vida da artista era intensa, por isso não pude deixar de ilustrar as caveiras nos olhos e nos brincos, assim como as pimentas que representam a sua intimidade com a cozinha.
 
Essa ilustração foi publicada na Revista Zupi de out/2013.
"Tenha a coragem de viver, pois qualquer um pode morrer".
Frida Kahlo

"Alice estava começando a ficar muito cansada de estar sentada ao lado da irmã na ribanceira, e de não ter nada que fazer; espiara uma ou duas vezes o livro que estava lendo, mas não tinha figuras nem diálogos - e de que serve um livro - pensou Alice, "sem figuras nem diálogos?".
Lewis Carroll
ALICE NO PAÍS DA TIPOGRAFIA
 
O poster feito para Lemon School tinha como briefing a busca de um tema que brincasse com diferentes formas tipológicas. Com o ponto de partida em Alice no País das Maravilhas, pude trabalhar com diferentes elementos desse universo, tentando fugir das representações óbvias da história. Por isso, a colagem feita com as cartas e o predomínio do "A" percorrem o layout de maneira fluida, interagindo com os outros elementos, como os gatos e a xícara. A ideia também era repaginar alguns personagens da história para a atualidade - como é o caso do coelho, que nessa versão aparece como tatuagem. Apesar de ser uma releitura de Alice, procurei manter alguns elementos da versão original, como o azul do vestido.
CHUN LI PIN UP
 
Como primeira personagem feminina em jogos de luta (e minha preferida!), a chinesinha brinca com a estética dos anos 40: muita sensualidade, um corpo cheio de curvas e uma expressão quase inocente! Para deixar a composição mais interessante, há alguns elementos escondidos (e outros nem tanto): as estrelas da bandeira e o círculo em vermelho da China, o K.O. e a galinha (que ficava ao fundo, no cenário).