Add to Collection
About

About

PORTO OLÍMPICO RÍO DE JANEIRO 2011 | RÍO DE JANEIRO, BRASIL ----- CONCURSO NACIONAL DE ARQUITECTURA
Published:
UMA COMPLEXIDADE ESTIMULANTE, VAZIOS, DENSIFICAÇÕES E INTERLIGAÇÔES 
A cidade contemporânea intensifica a sua vitalidade com novas intervenções propostas. No entanto, consideramos que estes projetos urbanos não devem ter uma exagerada identidade formal, já que terminariam transformando as áreas de atuação em lugares isolados. Este projeto se caracteriza por ser um motor da urbanidade para a região e, por isso, ponderamos as escalas dos novos edificios pospostos oom o entorno existente, com a geografía e a com paisagem característicos desta parte da cidade. Desta mesma forma, inserimos equipamentos públicos que podem expandir seu uso para a requalificação de toda a área da Operação Urbana e seu entorno, estabelecendo conexões legíveis e não excludentes. 

O PROGRAMA ESTABELECIDO FOI ESTRATÉGICAMENTE DIVIDIDO NOS SEGUINTES SETORES: 

1. DENSIFICAÇÃO I – CENTRALIDADE
Hotéis, Centro de Convenções, Sala de Exposições. Durante o evento olímpico: atividades temporais, setores operacionais e administrativos, centro de mídia, centro de tecnología, centro de operaçôes, centro de creditação, distribuição de uniformes. 
Característica principal: áreas que não serão alteradas depois do evento olímpico. Por isso, haverá continuidade operativa. 

2. DENSIFICAÇÃO II – ÁREA RESIDENCIAL
Residências permanentes, comércio, serviços, lazer. Durante o evento olímpico: residências para jornalistas, cinegrafistas e fotógrafos, árbitros, treinadores e organizadores. Característica principal: Tipologias modificadas após o evento olímpico – necessidade de espaço para as obras. 

3. ESTRUTURAS DE CONDENSAÇÃO SOCIAL 
Passarelas, praças, pátios, passeios, parques, espaços culturais. Estas estruturas se definem como conectores, vazios intensos, interligações e espaços públicos fortemente reconhecíveis. Durante o evento olímpico: una conexão operacional direta entre os dois conjuntos. Característica principal: Obras importantes que formaram parte das estruturas de mobilidade e entretenimiento de toda a região. 

A INTERFACE URBANA DE ESCALA MONUMENTAL E VALOR GLOBAL 
Um entorno multifuncional. Esta praça pública, centro de grande visibilidade, onde acontecem os principais eventos desta intervenção, está definida principalmente pela própia Av. Francisco Bicalho e o Canal do Mangue. Esta perspectiva introduz uma hierarquia urbana apropriada a este espaço. 

------ 
Vigliecca&assoc + MAPA
VIGLIECCA&ASSOC 

Hector Vigliecca, Luciene Quel, Caroline Bertoldi, Ronald Werner, Neli Shimizu, Pedro Ichimaru, Kelly Bozzato, Bianca Riotto, Fernanda Trotti, Sergio Faraulo, Paulo Serra, Luci Maie 
MAPA
Andrés Gobba, Aldo Lanzi, Diogo Valls, Emiliano Etchegaray, Ken Sei Fong, Luciano Andrades, Martín Pronczuk, Matías Carballal, Mauricio López, Rochelle Castro, Santiago Saettone, Silvio Machado. 
110 1946
RJI
87 2138
238 5019
BIA
42 1141
CME
76 4569