Let the birds Fly
Esse projeto consiste em levar para a rua algo que sempre me frustrou.
Sempre morei em um edifício pequeno, e o play era usado pelo zelador e pelo síndico como um grande "viveiro". Colocavam dezenas de gaiolas no começo do dia e só tiravam a noite. Para não assustar ou machucar os pássaros, nós, os "moleques do prédio", éramos proibidos de frequentar o play e usá-lo de acordo com a sua a função original. A frustração foi além do óbvio "não poder brincar no meu próprio play" para a consciência da hipocrisia que ali rolava. Não "machucar" os pássaros? Não "assustar"? Mas eles estão engaiolados...
 
O Clessio surge como um protesto em defesa dos animais, e como um grito de liberdade. O personagem sai da gaiola para a natureza, do rascunho para as ruas, levando cor e humor para os muros da cidade.
Let the birds Fly
52
617
5
Published:

Let the birds Fly

Let the birds fly !!!
52
617
5
Published:

Creative Fields