Nos últimos 60 anos as abelhas vêm sumindo do planeta. Existem cerca de 20 mil espécies catalogadas, porém, hoje a ciência acredita que pelo menos 13 espécies já foram extintas! De uma perspectiva mundial, existem locais que relatam perda de 50% das colônias de abelhas nos últimos anos. O trabalho de polinização das abelhas é responsável por cerca de 2/3 da produção de alimentos que consumimos diariamente e aproximadamente 70% da produção agrícola está ameaçada pelo sumiço delas. Só no RS, entre dezembro 2018 e janeiro de 2019, foi relatado o sumiço de pelo menos 400 milhões de abelhas, reforçando o grande conflito conhecido: meio ambiente e produção agrícola. Dentre as principais causas estão o uso indiscriminado de pesticidas não regulamentados, o desmatamento e as alterações climáticas. 

Você acha que, por exemplo, a maçã, o girassol e a manga tem algo em comum? Excluindo o fato de serem plantas com flor, nada mais parece assemelhá-las, não fosse o fato de dependerem das abelhas para sua reprodução. Plantas como essas possuem pólen com características muito específicas que só as abelhas conseguem dar conta do transporte. Até mesmo para plantas não tão exigentes quanto essas, o valor nutricional pode ser diminuído quando não visitadas por muitos polinizadores. A falta das abelhas provoca um caos de efeito cascata: Sem abelhas não temos polinização (ou temos de forma não adequada para algumas plantas), sem polinização não temos reprodução e sem reprodução não há cultivo!
O desaparecimento desses insetos impacta direta e indiretamente a qualidade da nossa alimentação, uma vez que a produção de alguns alimentos pode ser completamente prejudicada e/ou ainda perdemos muito em padrões nutricionais que buscamos em uma alimentação dita "saudável".E o que podemos fazer pelo mundo que precisa das abelhas? Plante flores, mantenha um jardim em casa, assim você poderá fornecer um ambiente rico para a atração de abelhas; não use  inseticidas nas plantas ou no quintal, isso pode ser ruim para elas podendo contaminar uma colmeia inteira se forem carregados por elas; seja um "pequeno apicultor" construindo uma estrutura em madeira que poderá servir de abrigo para esses seres solitários. Mantenha-se informado e ajude a disseminar boas ideias.
Obs.: Neste editorial foi usado glicose de milho no lugar de mel. 
Credits
Agency: Invento Casa Criativa
Photography / Retoucher: Marlon Bickel
Video: Vanessa Nantal
Conceito: Tanise Gomes 
Art Direction: Tanise Gomes, Beatriz Machado
Model: Helen Morschel
Texto: Fernanda Santos | Bacharel em Biologia
Editorial com propósito | Sumiço das Abelhas
5
75
0
Published: