Ato no Beco do Candeeiro
No dia 10 de julho de 1998, os adolescentes Adileu Santos, o Baby, 13, Edgar Rodrigues de Arruda, o Indinho, 14, e Reginaldo Dias Magalhães, o Nado, 16, foram executados com tiros à queima-roupa na rua 27 de Dezembro, popularmente conhecida como "Beco do Candeeiro", em Cuiabá. 
Vinte anos depois, os crimes continuam sem solução e as mães dos meninos ainda brigam por justiça. No local das execuções foi erguida uma estátua, ao mesmo tempo como tributo às vítimas e promessa de que os crimes jamais seriam esquecidos. 
Ao longo dos anos, a Associação dos Familiares Vítimas da Violência (AFVV), que luta por justiça e pelo fim da impunidade, tem sido quase que o único amparo às "mães do Beco do Candeeiro".  - Texto de 
Johnny Marcus
Ato no Beco do Candeeiro
19
280
1
Published:

Ato no Beco do Candeeiro

Ato em Memória dos 20 anos da Chacina do Beco do Candeeiro
19
280
1
Published:

Tools