Esta série fotográfica é baseada em uma pintura que faz referência à Lei do Tignon, um resultado de leis suntuárias aprovadas em 1786 na época colonial de Louisiana - EU; esta lei permitiu desconstruir nas artes plásticas os cânons eurocêntricos de beleza feminina. O turbante, também chamado de tignon, ou designado em inglês "headcovering" como elemento ancestral que simboliza a cultura das mulheres crioulas vindas da África Ocidental, gerou nas mulheres brancas da época, uma maior disputa de beleza diante mulheres negras que faziam uso de seus turbantes e jóias. 


A lei do Tignon reafirmou o poder da mulher negra não escravizada, e reconhecida como espiritual na sua cultura africana, mas também enfatizou o racismo por parte de mulheres brancas de classe, e permitiu maior sexualização da mulher negra por parte dos homens. Assim, a série permite discutir ditas questões de gênero, raça e ancestralidade  tomando como referência a pintura de Jacques Guillaume Lucien Amans, "Creole in a Red Headdress", ca. 1840, New Orleans.
*
Ph: Alejandro Vásquez Triana
Modelo: Heloisa Máximo
São Paulo - Brasil
© 2018
Crioula
3
145
0
Published:

Crioula

Cover das pinturas Tignon Laws
3
145
0
Published:

Creative Fields