Vila Comunitária
Atualmente no Brasil, é crescente a individualização das pessoas nas cidades, muros cada vez mais altos, a desconexão com o espaço público e com as outras pessoas, até mesmo vizinhos, com isso se perde uma das mais antigas e resilientes formas de viver dos humanos, a comunidade, mas há excessões onde tal forma de vida ainda permanece e pode ser observada e analisada, algumas delas são as comunidades indígenas, quilombolas, muitas das favelas, caiçaras, ocupações rurais e urbanas de movimentos sociais, para que os aprendizados destes povos sejam empregados na nossa sociedade, no que diz respeito a urbanismo e arquitetura, seriam necessárias reformulações profundas nas malhas urbanas, disposições de moradias que levariam décadas ou séculos e possivelmente uma transição do modelo atual para um modelo equilibrado de comunidades e é nesse ponto que é que se dá este projeto, uma maneira de se aplicar uma vida mais próxima e conectada, um princípio de comunidade ainda na nossa atual malha urbana, são dez residências em dois blocos dispostos um a frente do outro, uma biblioteca comunitária e o espaço de estar e lazer central em comum entre os blocos, aberto para a cidade durante o dia com paisagismo inspirado pelo cerrado, bioma onde se situa a proposta.
Vila Comunitária
60
604
2
Published:

Vila Comunitária

Projeto de comunidade residencial em forma de pequena vila urbana
60
604
2
Published:

Tools