SP Invisível - Book

2016 | SP Invisivel


O QUE É SP INVISÍVEL ?
O SP Invisível é um movimento de conscientização das pessoas através de histórias de pessoas em situação de rua da cidade de São Paulo. Queremos humanizar as pessoas para que elas possam enxergar com as lentes do amor e ver no que todo mundo diz que é invisível, o João, a Maria, o José e suas histórias.
São Paulo é uma cidade onde ninguém se olha. Por isso, as pessoas não enxergam o ser humano que existe dentro delas. Essa cegueira afeta muito a conexão entre as pessoas. 
O SP Invisível quer abrir os olhos das pessoas para que todos possam se ver com olhares mais humanos e assim se interagirem e conectarem, cada vez mais, até que toda cidade se enxergue com os olhos do coração. 
Quando todas as pessoas olharem alguém na rua e verem uma pessoa, não um lixo. Olharem para uma situação de injustiça e não se calarem. Olharem para alguém que precisa de ajuda e ajudarem. Quer dizer que elas estão enxergando através da lente do amor


Para acompanhar a página no facebook:

Para saber mais sobre o SP Invisível:


[EN] SP Invisível is a movement to raise awareness of people through stories of people living in the streets of the city of São Paulo. We want to humanize people so that they can see through the lens of love and see what everyone says is invisible, John, Mary, Joseph and their stories.
São Paulo is a city where no one looks. Therefore, people do not see the human being inside them. This blindness greatly affects the connection between people. The Invisible SP wants to open the eyes of people so that everyone can see themselves with more human looks and thus interact and connect, more and more, until every city is seen with the eyes of the heart. When all the people look at someone on the street and see a person, not trash. Look at a situation of injustice and do not shut up. Look for someone who needs help and help. It means that they are seeing through the lens of love


Confira uma das histórias do Livro do SP Invisível
CACO
"Vim pra cá com 11 anos, põe mais 44 aí que é meu tempo de estrada, pra saber minha idade. Meu nome é Caco, e eu vivo na estrada, mas não me chama de hippie que eu fico bravo.
Não vivo só de arte, vivo de cultura porque o mais gostoso não é vender a arte, é passar e receber cultura pra outras pessoas. Só que se vocês ficarem de boca fechada, só to passando, não recebo nada.
Na minha vida aconteceu e ainda acontece muita coisa boa e muita coisa ruim. Na rua eu aprendi a atravessar com cuidado, se não o carro pega. Eu tive um filho que não aprendeu isso, eu perdi um filho atropelado quando ele tinha 11 anos correndo atrás de uma pipa. Meu filho chamava Detlef porque a mãe dele era fã de uma prostituta famosa que tinha um marido com esse nome.
Mas uma coisa engraçada foi hoje quando eu fui no médico ver minha hepatite C, ele falou que se eu não me cuidar, eu ia morrer. O cara estuda pra caralho pra falar uma coisa que eu sabia há 55 anos. Outra coisa muito boa foi agora, fiz dois amigos, toda vez que vocês passarem, podem falar comigo."

[EN]"I came here with 11 years, put more 44 there is my road time, to know my age. My name is Caco, and I live on the road, but do not call me hippie I get angry. I do not live by art alone, I live by culture because the best thing is not to sell art, to pass and receive culture for other people. But if you keep your mouth shut, just passing by, I get nothing. In my life happened and still happens a lot of good and a lot of bad. In the street I learned to cross carefully, if not the car picks up. I had a son who did not learn this, I lost a son run over when he was 11 running after a kite. My son called Detlef because his mother was a fan of a famous prostitute who had a husband by that name. But one funny thing was today when I went to the doctor to see my hepatitis C, he said that if I did not take care of myself, I would die. Guy fucking studies to say something I knew 55 years ago. Another very good thing is now, I made two friends, every time you pass, you can talk to me. "
Você pode comprar o livro pela internet. Ele reúne 100 histórias de pessoas em situação de rua que ouvimos em três anos de projeto, num belíssimo livro grande e de capa dura. Garanta já o seu e ajude o SP Invisivel a continuar contando histórias e fazendo ações para abrir os olhos das pessoas para ver "A Cidade Que Ninguém Vê".
Idealizadores do SP Invisível
SP Invisível
37
570
2
Published:

SP Invisível

Projeto de Livro para o SP Invisível
37
570
2
Published:

Tools