• Add to Collection
  • Tools Used
  • About

    About

    “Tempo - definição de angústia” Miguel Torga Na maior parte das vezes percebemos que o tempo, e os sinais dele têm uma conotação negativa na soci… Read More
    “Tempo - definição de angústia” Miguel Torga Na maior parte das vezes percebemos que o tempo, e os sinais dele têm uma conotação negativa na sociedade, o tic-tac dos nosso relógios nunca nos abalaram tanto como no século XXI. É sinal de medo, velhice e morte e a pergunta que eu faço é porquê? Porquê é que o tempo, que também significa amadurecimento não têm uma conotação feliz, como nos tempos de criança? esta proposta para a capa que assinalará o 1º Aniversário da ROOF Magazine, é então uma capa que tenta através do rosto, com as marcas do tempo, aliado a uma cor fresca e primaveril transmitir uma mensagem de que o tempo não é sinal de velhice, e morte, é sinal de amadurecimento, crescimento pessoal e enriquecimento. Um projeto não nasce pronto para a vida, somente o tempo lhe dá essa preparação O rosto que se encontra em primeiro plano, transformado pelo tempo, devido às rugas, é o sinal de uma vida de trabalho, de expêriencia que em sinal de humildade pode ser partilhada connosco, tal como ROOF o fez, ao longo deste primeiro ano. A fragmentação do mesmo deve-se a chamar a atenção que não estamos a passar uma mensagem em termos individuais mas em termos coletivos. A cor escolhida para as barras que acompanham a figura, é no meu entender uma cor primaveril que consegue fazer um contraste até que atrativo e com a figura, branca ao mesmo tempo é uma cor fresca como se pede para uma edição de entrada na primavera. Assim a minha proposta para a capa ROOF tenta contrariar a conotação negativa do tempo na sociedade apresentado um imagem que apesar de não ser o ideal de beleza, pois é um rosto enrugado e velho, transmite que essa velhice é transformada em sabedoria que se propaga para nós, é algo que trabalhado torna-se contemporâneo e intemporal. Read Less
    Published: