LINHO: MESA DE CENTRO
AGRICULTURA LUSITANA 2015
ALDEIAS DO XISTO
O linho é para muitos símbolo de pureza, leveza e simplicidade. As tradições, mitos e cantares a ele associados, deixados por gerações passadas, são evocados nesta peça para que não se perca todo esse legado. O trabalho manual, realizado maioritariamente pela população feminina que levava a cabo as várias tarefas que compõem o processo de produção do linho, bem como os saberes que o acompanham, foram uma forte e constante fonte de inspiração na concepção da mesa.
Através das diversas premissas relacionadas com o linho, desde a sua história à forma como este se enquadra no contexto rural das aldeias, surgiu uma consideração centrada sobre a génese do próprio linho, sobre a sua origem e, consequentemente, sobre a morfologia da sua semente. Assim, a mesa torna-se o resultado da materialização do conceito idealizado, projectando-se sob a forma de uma semente, fonte de criação e crescimento, coberta por uma toalha gravada com uma representação da flor de linho e vestida de fio tricotado.
Exposição realizada no ano 2016 no espaço da reitoria da Universidade de Aveiro
Exposição realizada em 2015 em Eunique,Alemanha
Link da Agricultura Lusitana: http://www.agriculturalusitana.com/pt/
Linho. Agricultura Lusitana Eunique 2015
5
72
0
Published:

Linho. Agricultura Lusitana Eunique 2015

5
72
0
Published:

Tools

Creative Fields