O Design de Autor enquanto veículo cultural: do pensável ao possível.
Author Design as culture vehicle: from thinkable to doable.

Design; Autoria; Sociedade; Pensamento; Interação; Desconstrução; Processo; Inovação; Futuro. 
Design; Autorship; Society; Thinking; Interaction; Deconstruction; Process; Innovation; Future

Num contexto marcado pelo entusiasmo criativo, pelo renovado interesse pelo objeto impresso, aliados à evolução tecnológica, ao progresso do design gráfico e do seu papel proporcionaram uma nova consciência visual e simbólica. 
A dissertação constitui-se ela mesma, teórica e visualmente, nas palavras de Umberto Eco, como uma obra aberta, na medida em que se assume recetiva à discussão e à construção permanentes. 
Em que medida pode o design compaginar as mensagens e a pragmática com uma dimensão simbólica que convoca e é convocada pela autoria, o mote principal deste trabalho? 

In a context well-marked by creative enthusiasm, the renewed interest by the printed object, at the same time as the technological evolution, the progress of graphic design and its role provided a new visual and symbolic conscience. 
The thesis itself constitutes, theoretically and visually, in the words of Umberto Eco, an open work, in so far as it assumes itself receptive to permanent discussion and construction. 
In what way can design combine messages and pragmatics with a symbolic dimension that calls and is called upon by athorship, the main motto of this thesis?



do pensável ao possível
from thinkable to doable

Este desafio, que elege o próprio conteúdo como forma e rejeita a procura de outros, é uma analogia entre a evolução do livro e o desenvolvimento humano, na medida em que alarga o conhecimento à história e à genealogia – ao desejo de mudança, à liberdade de pensamento e às hipóteses criativas e interativas num mundo repleto de regras. 
Uma linguagem poética pede uma entoação poética, uma vontade editorial, um tom de manifesto e de alerta que transcendam o papel. Deste entusiasmo nasce uma composição visual clássica, sóbria e adaptável (vermelho), que se expande até um design mais moderno, corajoso e desafiante (azul). É uma cronologia silenciada do tradicional à descoberta, da imposição à liberdade, do analógico ao digital, do passado ao presente com premonições futuras. 

This challenge, which elects the content itself as form and rejects the search for others, is an analogy between the evolution of book and human development, in a way that broadens knowledge to history and genealogy - to the yearning for change, to freedom of thought and to creative and interactive possibilities in a world ridden with rules.
A poetic language calls for a poetic intonation, editorial will, a manifesto and warning tone that transcends paper. From this enthusiasm a classical visual composition is born. Sober and adaptable (red), which expands to a more modern design, brave and defying (blue). It's a silenced timeline that goes from traditional to discovery, from coercion to freedom, from analog to digita, from past to present foreseeing the future.



(continua...)
(to be continued...)
Thank you!

Read it here:
https://ria.ua.pt/handle/10773/17907
Master's Thesis
218
2,373
23
Published:

Master's Thesis

Master's Thesis "Author Design as cultural vehicle: from thinkable to doable" supervised by Rui Costa, PhD. Corporate experience and "in loco" in Read More
218
2,373
23
Published:

Tools