RESUMO 
Indicar ao estudante de design gráfico novos caminhos para solucionar os problemas do trabalho de conclusão de curso, compreendendo sua realidade, estabelecendo uma interação com o leitor, proporcionando um novo saber e o que fazer com o conhecimento transmitido. A revista Catarse busca se identificar com o leitor e tratar a insegurança do estudante diante do TCC, acrescentando conhecimento e possibilitando meios que garantem a solução destes problemas. No uso de fontes distintas, onde sofre alteração para cumprir sua função e significado, constrói-se um logotipo voltado tanto para o sentir do público, quanto ao direcionamento da revista, que pode ser identificado também através da figura em construção, sendo de fácil reconhecimento ao estudante de design. O comportamento da revista permanece em movimento no miolo, através da diagramação e tipografia. 
Palavras-chave: Design Editorial, Revista Acadêmica, TCC

ABSTRACT 
Indicate to the Graphic Design student new paths to solve the problems with the academic work, understanding it's reality, and stablishing a interaction with the reader that provides knowledge on how to use the information acquaried during research. Catharsis Magazine seeks to indentify it self with the reader and treat the insecurtity that students tend to have with the Graduate Thesis, providing a deeper understanding of the process and providing ways to solve the underlying problems that may appear. In the use of varied fonts, where it receives the changes to fulfill it's funcion and meaning, builds a brand that focus on the public, and the path the magazine takes with the layout and typografhy mantains a flow in relation with the content inside. 
Keywords: Graphic Design, Academic Magazine, Thesis.
A construção do mesmo enfrenta adversidades quanto ao segmento estético da revista, visando apresentar ao estudante uma nova possibilidade de aprendizado traçando uma paralela entre o designer gráfico do passado ao atual, estabelecendo uma linha retrô, as décadas de 40, 50, 60, 80, que foram estudadas quanto o comportamento da sociedade, quanto o progresso do design gráfico em cada uma delas. Após a análise das décadas para a construção da revista Catarse, foram utilizadas como referência, revistas existentes nos anos 50, nas quais foram embasadas as tipografias e o comportamento de capa. Além das pesquisas feitas nas revistas atuais de design, definidas por uma pesquisa realizada com o público alvo, que serviu como base para a forma com que as matérias são apresentadas. A revista Catarse se desenvolve através de uma capa limpa, onde a imagem vem sendo construída e a logo interage com a figura em sua construção, indicando instabilidade no meio da tipografia, assim como o aluno que enfrenta dificuldades e insegurança ao iniciar o TTC. A diagramação também passa por esse processo com uma estrutura concreta inicialmente, porém, ao final de cada edição existe uma quebra de grid, pois, a Catarse é uma revista feita por designers para designers, onde as dificuldades são vistas não como foco, mas como possíveis soluções através do conteúdo. Essa interação está presente em suas editorias, dando ênfase para a de entretenimento, onde o assunto TCC é deixado de lado dando espaço para o grafite brasileiro.​​​​​​​
As páginas utilizadas nos anos 50 propiciavam espaço abundante para o design. De acordo com Meggs e Alston (2009), o formato das revistas possuíam 27 por 34,5 centímetros. Buscando fugir o mínimo possível desse formato que estaria atrelado à temática escolhida para a revista, como também abrir espaço para trabalhar com a quantidade de imagens e textos contidos em TCCs, mas sem esquecer as necessidades do público jovem, que constantemente precisará colocar a revista em mochilas que facilmente estragariam em um formato de tais dimensões, foi escolhido o formato 8 (24x33cm), onde a mancha de impressão é de 22,5x32. Além de pensar nas questões acima, o grupo também considerou o aproveitamento do papel, que neste formato, é total.

No miolo da revista foi escolhido trabalhar com o papel Couché semibrilho 150g/m², já que a mesma possui grande quantidade de textos e imagens. Na capa, optou-se pelo uso do papel Couché em laminação fosca e gramatura mais alta (250g/m²) para uma rigidez um pouco maior, evitando assim que o próprio manuseio do leitor estrague com maior facilidade a capa da revista.

Para este projeto optou-se por um grid baseado em 7 colunas com 5mm de goteira, e 9 guias horizontais, com 3mm de calha, também por um grid com um número maior de colunas e guias para criar zonas espaciais menores, o que possibilitou uma maior organização e melhor hierarquização das informações. As colunas e guias são divididas em números ímpares, para não gerar divisões iguais na página, mantendo sempre colunas maiores e menores, facilitando o equilíbrio de elementos na página. Módulos menores também permitem a criação de espaçamentos maiores quando necessário, utilizando um módulo ao invés de uma goteira ou calha somente.
Para conferir a Revista na Íntegra/To check the Magazine in Full

https://issuu.com/matheusmotta09/docs/revista_agoravai
Revista Catarse Magazine Catarse
31
432
1
Published:

Revista Catarse Magazine Catarse

31
432
1
Published:

Tools