Residência Courbe
Cliente ficticio: Coco Chanel

PARTIDO ARQUITETÔNICO
O partido inicial da edificação é que ela possua o máximo possível de integração entre os ambientes e utilize uma variedade mínima de materiais (concreto, vidro e madeira), assim como o aproveitamento máximo dos condicionantes ambientais, atendendo assim as necessidades do cliente.
Sendo assim, o projeto foi baseado em três blocos (serviço, íntimo e social) e na integração entre eles e o meio externo. O bloco social possui cozinha, sala de jantar e sala de estar num mesmo ambiente, sem que seja necessário uma delimitação do ambiente muito definida. A iluminação natural e ventilação do pavimento superior, por ser um bloco íntimo e mais reservado, foi obtida através da utilização de brises verticais em toda a extensão de sua estrutura externa, permitindo a passagem de luz e ao mesmo tempo garantindo a privacidade. Outra solução adotada no mesmo pavimento foi a implantação de uma abertura zenital com pergolados e uma cobertura que permitisse a passagem da luz filtrada e dos ventos predominantes.
Foram usados alguns conceitos, elementos e formas para compor o partido volumétrico. A desconstrução de formas simples aparece como conceito chave para o projeto. Baseando-se nisso, vemos que na residência a decomposição do círculo faz com que a continuidade que essa forma tende a nos transmitir se quebre, mostrando uma nova maneira de ver a forma, é recortado da figura circular apenas o que se quer ter dela.
Residência Courbe
0
34
0
Published:

Residência Courbe

Projeto final desenvolvido durante a disciplina de projeto residencial, no 4º período.
0
34
0
Published: