Acordes do Rádio - 90 anos do violão brasileiro
7
0
0
Published:
Local: Centro Cultural Banco do Brasil - Rio de Janeiro
Ano: 2010
Luz: Patricia Ferraz
O Festival de Violão Acordes do Rádio: 90 Anos do Violão Brasileiro apresenta um painel do repertório nacional para violão, reunindo importantes violonistas e cantoras da atualidade na música brasileira. O festival explora a relação histórica entre o rádio e o violão no Brasil, começando pela década de 1920, marcada pelo surgimento do rádio no País, até chegar aos dias atuais, em plena geração mp3.

Cada um dos vários shows oferece ao público a oportunidade de conferir o quanto o rádio foi fundamental para a consolidação da obra dos compositores de violão da velha guarda e como os mestres da Era do Rádio continuam influenciando novas gerações de instrumentistas e cantores.

Nas duas edições, realizadas em 2010 (no Rio de Janeiro) e em 2011 (em Brasília), o festival reuniu as cantoras Ná OzzettiMônica SalmasoVânia Bastos e Clara Sandroni e os violonistas Eustáquio GriloGuinga, Lula Galvão, Caio CezarQuarteto MaoganiMarco PereiraMaurício Carrilho, João LyraHenrique Annes, Weber Lopes e Paulo Bellinati.

Os artistas interpretam repertório próprio e revisitam grandes compositores do violão, começando pelos eruditos Villa-LobosRadames Gnattali e Agustin Barrios, paraguaio que conviveu com violonistas brasileiros e compôs maxixes e choros.

O passeio segue pelos pioneiros do violão popular como Quincas LaranjeirasAmérico Jacomino e João Pernambuco. O violão dos anos 40 e 50 de Dilermando ReisArmando NevesMeira, Dino e de Garoto e os gênios Baden Powell, Luís Bonfá e Canhoto da Paraíba nos 60 e 70 fecham o ciclo de autores que até hoje influenciam a nova geração de violonistas.

O repertório inclui os compositores Alfredo MedeirosMilton Dantas e Zé do Carmo, que participaram dos saraus de violão no Recife, entre 1930 e 1960. Foram resgatadas obras raras, fotografias inéditas e um pouco da história do choro para violão no Nordeste.

Alessandro Soares
diretor artístico e musical do festival 

Mônica Salmaso e Guinga
Ná Ozzetti
Clara Sandroni
Marco Pereira
Maurício Carrilho e João Lyra
Paulo Bellinati e Weber Lopes
Caio Cezar