• Add to Collection
  • About

    About

    DO ROTEIRO À HQ - Passo-a-passo da criação de duas páginas de TIROS ENTRE CANINOS, com roteiro, layout, lápis e versão final, com cores e letras.
    Published:
Tiros Entre Caninos é uma história em quadrinhos curta realizada para o coletivo luso brasileiro H-Alt.
Com apenas 7 páginas, a HQ é violenta e visceral, com traços geométricos e cores sombrias.
 
ROTEIRO Angelo Dias
LETRAS Raphael Andrade
ARTE Daniel Franco 
CORES Raq's Rodrigues
 
Veja as etapas passo-a-passo da criação de duas páginas da HQ abaixo.
P.04 - ROTEIRO, LAYOUT, LÁPIS, FINAL
 
PÁGINA QUATRO
 
RESUMO DOS QUADROS
1 - Dá um tiro no vampiro
2 - Carrega a arma (peq)
3 - pega o sangue (peq)
4 - cheira (peq)
5 - faz cara de nojo (peq)
6 - vê o corredor através da parede
 
O formato dessa página se espelha inversamente na próxima. Um quadro médio com 4 pequenos à direita e um longo sob todos nessa página e na próxima um longo com um médio no topo e 3 pequenos à esquerda
 
1/ MÉDIO (com os 4 prox quadros à direita)/ Chico dá um tiro no vampiro como que de reflexo, com o ser ainda voando para cima dele. Uma sugestão é uma visão de baixo, mostrando Chico no chão e o vampiro sendo atravessado pela bala.
 
    CHICO
    Toma, sanguessuga do caralho
 
2/ PEQ e DIREITA/ Ele coloca uma bala na arma
 
3/ PEQ e DIREITA/ Ele toca no sangue do vampiro com os dedos (como aqueles detetives que tocam e cheiram)
 
4/ PEQ e DIREITA/ Ele cheira o sangue
 
5/ PEQ e DIREITA/ Um quadro fino, só com a boca dele em expressão de nojo.
 
    CHICO
    Nojo de sangue de vampiro velho
 
6/ LONGO/ Chico vê o corredor com algumas portas fechadas.
 
    CHICO
    Mas até em lugar lixo a gente encontra crianças
P.06 - ROTEIRO, LAYOUT, LÁPIS, FINAL

PÁGINA SEIS

RESUMO DOS QUADROS
(tudo pequeno)
1 - pega a faca
2 - cheira
3 - não é legal
4 - corredor
5 - vampiro pula
6 - ele dá coronhada
7 - bate
8 - bate
9 - bate
10 - dente com raiva
11 - close na arma
12 - close na mão segurando
 
A ideia dessa página é dividí-la em 12 quadros (4 linhas x 3 colunas) e fazer pequenas vinhetas do que acontece, como closes nas ações ao invés de ações completas; a quantidade de detalhes fica por sua conta, tanto como SFX e onomatopéias.
 
1/ Ele pega a faca.
 
2/ Cheira a faca.
 
3/ Mais uma vez faz cara de nojo.
 
    CHICO
    Velho, de novo.
 
4/ Vê o corredor novamente
 
5/ Um vampiro pula sobre ele
 
6/ Ele dá uma coronhada
 
7 a 12/ Ele bate continuamente na cabeça do vampiro. Aqui pensei em vários closes da arma, arma contra cabeça, mãos de chico segurando o cano da espingarda e assim por diante, SFX como “Pow” se tornando mais molhado (como “Posh”) também ficaria melhor.
leia a história completa abaixo, na página 22