Princesa, Ruas e Re(n)cantos de Vila Viçosa
Princesa, Ruas e Re(n)cantos 
de  Vila Viçosa
 
PT
Minha terra-natal, Vila Viçosa. Durante muito tempo procurei fugir ao "postal", ao "belo" e ao "óbvio". Fugir daquilo que a distingue da maioria de todas as outras vilas de interior e ao seu redor: a beleza inconfundível de uma terra conhecida como "princesa" do Alentejo. Morada oficial da última dinastia da monarquia portuguesa, com um dos mais belos palácios do país e da península, o Paço Ducal, cuja arquitectura beneficiou do espírito esteta e investimento cultural aí presentes, quer na arquitectura, como na música, pintura e literatura. Um espaço que oferece um pouco de toda a história portuguesa, entre o medieval, a opulência do renascimento pós-Descobrimentos, impregnada num espírito combativo e uma aura de beleza e harmonia. Casa da Rainha Padroeira de Portugal, que empossa a coroa real no Santuário de Nossa Srª da Conceição, e mãe de muitas vivências, amores, ódios, guerras ou paixões desmedidas. 

Mas, porque não fazer o postal? Porque não erguer com dignidade a imagem daquilo que consideramos um tesouro, nosso, cultural, nacional e transmissível. Por isso mesmo, aqui ficam, as tomadas de vista, os olhares e alguns cantos, recantos e encantos desta terra: Vila Viçosa!

Uma vila portuguesa, no Distrito de Évora, região Alentejo e sub-região do Alentejo Central, com cerca de 5 023 habitantes (2012), sede de um município com 194,86 km² de área e 8 319 habitantes (2011). Entre Elvas a norte e leste, a sul pelo Alandroal, a oeste pelo Redondo e a noroeste por Borba. Aqui, em Vila Viçosa, mantiveram-se os duques de Bragança durante séculos até à Proclamação da República.

© João M. Pereirinha 2015 | Vila Viçosa, Alentejo, Portugal
Estátua de homenagem a Dr. Couto Jardim.
A Monarquia, o Mármore, a Tapada e a Aldeia...
 
"As laranjeiras da Praça", o fruto proibido e muito cultivado.
A chamada "rua de cambaia", Dr. António José de Almeida
"Avó, vou só comprar gomas!!!"
Mais abaixo há pão, depois da pastelaria azul, e logo a seguir um papagaio atrevido...
O poder de uns, e o sofrimento de outros... O Pelourinho manuelinono de Vila Viçosa, de 1512, situado no local da antiga Praça Velha, junto ao largo D. Nuno Álvares Pereira, a meio da Avenida dos Duques de Bragança.
1 de dezembro de 1640.

Restauração da Independência, ocorrida a 1 de dezembro de 1640, e chefiada por um grupo designado de "Os Quarenta Conjurados", que se alastrou por todo o Reino, reivindicando a independência do Reino de Portugal da governação da Dinastia filipina castelhana. Culminando com a instauração da 4.ª Dinastia Portuguesa - a casa de Bragança - com a aclamação de D. João IV (na estátua).

"Antes Rainha por um dia, que Duquesa toda a vida!", D.Luisa de Gusmao.

Na imagem: Paço Ducal de Vila Viçosa, cuja construção se iniciou em 1501, por decisão do quarto Duque de Bragança, D. Jaime. Com campanhas de engrandecimento e melhoramento ao longo dos séculos XVI e XVII, conferindo ao edifício a dimensão e as características actuais, com uma fachada de110 metros de comprimento, única na arquitectura civil portuguesa.
As muralhas, a fortificação, "Porta de Estremoz".
Igreja de São João Evangelista, templo seiscentista, também conhecida como Igreja do Colégio ou de São Bartolomeu, edificada por ordem dos Duques de Bragança (1636), para acolher o colégio jesuíta de São João Evangelista, fundado anos antes, em 1601.
 
A cada canto, um recanto de história...
Santuário de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, padroeira de Portugal, conhecido por Solar da Padroeira. Datado da época medieval, o edifício actual resulta da reforma levada a cabo em 1569, reinado de D. Sebastião, sendo um amplo templo de três naves, onde o mármore regional predomina.

A imagem da padroeira terá sido oferecida por D. Nuno Álvares Pereira, que a terá adquirido em Inglaterra, e proclamada Padroeira de Portugal, em 25 de Março de 1646 por D. João IV. 

O santuário recebeu ainda o Papa João Paulo II durante a sua primeira visita a Portugal, em 14 de Maio de 1982.
Homenagear artistas e poetas com Cultura, Cine-Teatro Florbela Espanca
Princesa, Ruas e Re(n)cantos de Vila Viçosa
16
249
0
Published:

Princesa, Ruas e Re(n)cantos de Vila Viçosa

Minha terra-natal, Vila Viçosa. Durante muito tempo procurei fugir ao "postal", ao "belo" e ao "óbvio". Fugir daquilo que a distingue da maioria Read More
16
249
0
Published:

Tools

Creative Fields