• Add to Collection
  • About

    About

    Thoughts & Feelings
    Published:
| Temporal Introspective | 
Introspectiva Temporal
9 meses, um quarto de século (25 Primaveras), 3 Países e 1 Ilha. 
Seria significado de vivências, experiência e conhecimento, talvez sabedoria. 

É sem duvida alguma de que o "Se eu soubesse o que sei hoje" se aplica, certamente que não cometeria os mesmos erros que tenho vindo a cometer nesta fase de aprendizagem continua, seriam feitas as coisas de outras maneiras sem "contar com o ovo no cu da galinha" pelo português bem falado.
 
Mas como o que traça o percurso são as experiências, e aprendemos com tudo isso, seja a bem seja a mal, e pela maior parte das vezes aprendemos das piores maneiras possíveis de forma a que fique bem incutido no nosso ser. 
 
Meter a pata na poça é inevitável, e pensarmos em nós próprios em Prol da evolução e do crescimento é também um facto reconhecido que poucos admitem. Todos nós pensamos em "nós" eu acredito e sei que penso em mim e muitas vezes a dar por mim a transpor outras prioridades com o fim de obter um resultado imediato noutras.

É estupido, estranho e egoísta? 
Talvez o seja, mas é natura e sem maldade, "se eu não pensar em mim quem pensará?" 
O vizinho do lado? Pois também não me parece a mim que assim o seja. 
Por vezes caímos, há quem ande a tropeçar, há quem dê pequenos tombos e há quem dê grandes quedas, que se parta todo, e que acabe a bater numa parede ou num chão de realidade.
 
Há quem tenha azar e que tenha de se levantar sozinho custe o que custar, e há outras pessoas com sorte como eu, que andaram perdidas no limbo da realidade e do sonho e que caíram pelo buraco lá da Nuvem do impossível, e que foram amparadas pela Família..
 
Não falo directamente da família de sangue mas sim da familia construída por ti ou nós, aquela familia de amigos que estão presentes e que ganham afinidade para além do Sangue ou da linhagem genética.
Aqueles que estão prontos a dar-te uma valente buba quando a mulher dos teus sonhos te dá com os pés, ou que se prontificam a fazer canja de galinha em pó/instantânea na esperança que te sintas melhor enquanto passaste o dia de cama, ou mesmo para te tratarem como uma criança e puxarem-te à realidade quando estás a agir como tal...
Quererá dizer algo certo? Quer dizer que realmente gostam de ti e que realmente não há razão para esconderes ou omitires sentimentos, problemas ou frustrações das pessoas que te querem bem e que pretendem evoluir contigo enquanto seres humanos, enquanto familia.

Há que dar valor a tudo isso, e em especial nunca esquecer as pessoas que estiveram contigo e que embora magoadas, tristes, decepcionadas, mantém-se presentes para te dar a mão se te estiveres a afogar no mar da solidão e da depressão, essas pessoas por quem vale a pena lutar e batalhar para corrigir e compensar o que quer que seja teres feito de errado, há tempo enquanto és vivo e basta mostrar a essas mesmas pessoas que as queres na tua vida custe o que custar.
ou por mim a falar com varias pessoas, a conviver, relacionar, experimentar, conhecer e a decepcionar ou vice-versa, as expectativas conseguem ser elevadas muito rapidamente consoante a Vibe e o Hype que se consegue dar inicialmente a algo que infelizmente acaba por não ser linear ou tão pouco contínuo.
 
Amizades, Familia, Paixonetas e Paixões, Namoricos, Relações e interações, aventuras ou compromissos as felicidades e as decepções. 
Como o inconstante que supostamente excitante e que nos tira horas de sono a pensar na aventura e nas probabilidades que nela estão associadas, consegue se tornar tão monótono e pouco atraente...
Teres tantas opções e tanta oferta que mesmo assim escolhes a dedo cheio de condições e parâmetros. 
E nisso encontras no meio de todo esse mar uma compatibilidade tão grande que eventualmente acaba por não dar certo, por ser tão bom e ao mesmo tempo tão surreal ao ponto de viveres como se o mundo fosse rebentar no dia seguinte, uma sensação de paz, de bom feeling que nem por palavras o sei descrever, viver uma vida de "I will survive to it all" e a fazer pontaria para não bater na rocha, é quando as pontas soltas fazem o efeito chicote e te batem nas costas, quando te voltam a abrir cicatrizes e quando fazem que o mundo alucinado e completamente cheio de prazer e bem estar rebente, e rebenta de tal forma a deixar-te apático e com breve sentimento de.. "Já chega!" Queres-o de volta.
É nessa altura em que sabes que te atiraste de cabeça e...
Felizmente nunca ninguém morreu de amores (têm me dito) mas bem sabemos que o romance de ShakesPear (Romeu e Julieta) prova o contrário. 
No entanto sobrevivi... é! Sobrevivi a essa prova excruciante e dolorosa do destino, que com muito custo foi ultrapassada de forma lenta mas progressiva e didática. 
Didática porquê? 

Simples... Aprendes a deixar de ser um "Hopless Romantic" e cresces um par de bolas com uma armadura de aço, andas largado no horizonte a comportares-te como o Leão lá da Selva acabando por perceber que perdeste montes de tempo em discussões absurdas sem qualquer tipo de nexo plausível (sim faz parte eu sei!) ou aparente que te levem a aturar certas atitudes e motivos. Até um dia mais tarde sentires falta dessa m3rd@... Mas esses são outros 500's.
Mais um ano de vida, mais um aniversário, mais um numero para adicionar ao envelhecimento.. 
No entanto mais um ano repleto de novas experiências e muita m3rd@ que supostamente teria lugar no espaço do acontecimento que acabou no entanto por ficar no espaço do "fazer no próximo ano".. Assim como tantas outras coisas que deixamos sempre para o "depois que dá tempo".. 

No meio disto tudo com altos e baixos tiramos partido de coisas absolutamente fantásticas, pessoas novas com interior indiscutivelmente fabulosas