Add to Collection
About

About

SEDE SINDICATO DE ENGENHEIROS, RS 2014 | PORTO ALEGRE, BRASIL ----- ★ PRIMEIRO PREMIO EM CONCURSO NACIONAL
Published:
EXPANDIR / COMPOR 
O ponto chave da proposta é o posicionamento frente à implantação: a composição com a sede atual proporciona a apropriação do lote e configuração do quarteirão tornando o projeto uma peça que unifica e qualifica o existente. 

O projeto é formulado a partir de um conjunto de estratégias projetais atentas a potenciar as características mais marcantes deste tipo de Instituição: seu caráter público e aberto; a necessidade da formulação de um novo paradigma de representatividade e a performance frente à adaptações e mudanças. 

DO CARÁTER PÚBLICO 
Frente a edifícios institucionais genéricos, envidraçados e mudos; a proposta projetual explora sua condição mais específica: seu caráter público e aberto. 

Nos níveis onde o prédio se conecta com a cidade e com o edifício existente este se apresenta permeável, gerando integração e desdobramento do espaço público, que atinge sua condição mais intensa como instrumento de urbanidade. 
A Galeria do nível térreo (de usos cotidianos e comerciais) e a Plataforma elevada (de usos eventuais e institucionais) geram espaços multifuncionais que intensificam as qualidades públicas e integradoras da proposta. 

DA REPRESENTATIVIDADE HOJE 
Instituições como o SENGE, representam e expressam as opiniões do público e do coletivo. O programa sugerido pelo concurso e a Instituição que os alberga, dão conta dessa expressão de caráter coletivo e integrador que a proposta busca assegurar. A materialidade austera do edifício tenta estabelecer uma dialética intensa entre o representativo e o arquitetônico: em definitiva, um prédio que entenda sua condição de mediação entre o institucional e o urbano. 

DA PERFORMANCE FRENTE A MUDANÇA 
A possibilidade de configuração urbana com novos usos e programas se transformam em estratégia de projeto, visando assegurar a excelência atual e futura do edifício. 

Compacta e eficiente, adaptável e flexível, trata-se de uma proposta arquitetônica aberta e múltipla. Neste sentido, a concepção estrutural, racional e emblemática, porém sem arrojos estruturais, permite múltiplas configurações tanto nos níveis inferiores, galeria e plataforma elevada, como nos 3 pavimentos superiores. 

Nos pavimentos tipo, o pátio interno e os núcleos de serviços, compactos e eficientes, definem duas faixas livres, abertas a adaptações, com excelentes condições de ventilação, luz e conforto ambiental, agregando um caráter sustentável ao edifício proposto. 

------ 
MAPA + ARQUITETURA PELA RUA 
Equipe de projeto: Luciano Andrades, Matías Carballal, Rochelle Castro, Andres Gobba, Mauricio Lopez, Silvio Machado, Elisa Martins, Cássio Sauer, Alexis Arbelo, Pablo Courreges, Daniel Espinoza, Emilliano Lago, Aldo Lanzi, Isabella Madureira, Diego Morera, Maurício Muller, Camilla Pereira, Elisa de Sierra, Lucas Schneider Zimmer, Ignacio de la Vega. 
Consultores: Solé Associados (Projetos Especiais de Engenharia), Sebastián Dieste (RDA Engenharia), Martín Reina (RDA Engenharia) 
110 1942
RJI
87 2138
238 5017
BIA
42 1141
CME
76 4568