Banco Everest
O Banco Everest é um conceito de banco alto que apresenta uma solução de empilhamento pouco usual pelo mercado. Foi desenvolvido sob a orientação do Prof. Paulo Barreto no laboratório de design industrial do Centro Universitário SENAC, para o Prêmio TokStok de Design 2010. O objetivo do projeto é permitir o empilhamento do banco alto, uma característica raramente encontrada neste tipo de produto, especificamente por um desafio estrutural
O abrigo natural para os bancos altos é em baixo do balcão, mas a maioria dos balcões para cozinha americana são concretados ou geralmente tem vão, que fica entre o tampo do balcão e o chão, ocupado com gaveteiros para a cozinha. O tamanho dos bancos altos é um agravante, o que os torna objetos muito volumosos. Quando necessário o uso de 3 a 4 bancos perde-se uma área considerada valiosa em espaços que normalmente tem circulação comprometida. A solução para o aproveitamento de espaços seria um banco alto empilhável, mais conveniente para o uso e circulação.

Após uma ampla pesquisa foi possível verificar a oferta de bancos altos empilháveis, e por não encontrá-los com facilidade é possível afirmar sua carência no mercado.
O projeto visa reduzir ao máximo o número de peças, materiais, processos e acabamentos. Por isso, utiliza da energia potencial dos materiais para sua montagem, de forma que todo o bando é montado através de encaixes tensionados. O que resulta em um produto com beleza pautada na simplicidade, com uma estrutura enxuta e funcional.
O maior desafio técnico foi manter um vão livre abaixo do acento. De forma que o empinhamento pudesse ser realizado com facilidade e de forma otimizada, pois as barras transversais normalmente encontradas em bancos altos são elementos estruturantes que eliminam a vibração.
A simulação de stress apresentou excelente comportamento estrutural, suportando cargas de 100kg. Na simulação modal observou-se a vibração na estrutura, com maior deslocamento no acento, e que poderia chegar a 4cm. Para poder explorar ainda mais as possibilidades da estrutura e também aperfeiçoa-la na prática, foi importante construir um protótipo.

Após a construção do protótipo e com uma câmera de vídeo posicionada de forma estática, foi possível extrair os frames com maior deslocamento do assento causado pela vibração. Com uma carga de 100kg foi verificado um deslocamento de 2 cm. Em contra ponto com a prototipagem digital, o resultado sugere que a necessidade do usuário em buscar equilíbrio influencia nos resultados extremos de oscilação, atenuando os efeitos de vibração.

O conceito precisa ser explorado e aperfeiçoado.  É uma solução ousada, porém confiável, e pode ser inserida em ambientes como residências, escritórios e bares.
O Prêmio Tok&Stok de design Universitário, criado no ano de 2006, é voltado a estudantes de design de produto de todo o Brasil e propõe um desafio: a criação de um móvel ou sistema construtivo sob um tema específico. Seu principal intuito é contribuir na formação dos jovens designers brasileiros, aproximando-os do mercado de trabalho e promovendo a habilidade individual para o desenvolvimento de produtos adequados à realidade social, cultural e tecnológica do Brasil.
Banco Everest
0
7
0
Published:
user's avatar
Raphael Cardoso Mota Pereira

Banco Everest

0
7
0
Published:

Creative Fields