OBJETIVO
O projeto foi desenvolvido na disciplina de Embalagem II. O intuito era criar uma linha de cerveja artesanal, com no mínimo 3 estilos diferentes, respeitando uma identidade.


PESQUISA
No mercado da época, a maioria das cervejarias se comunicavam de maneira semelhante aos vinhos finos: linguagem formal, voltada para conhecedores. Outro ponto marcante foi a preferência pelo padrão estético norte-americano, mesmo as empresas brasileiras.

CONCEITO
A partir da pesquisa enxergamos uma linha que não havia sido muito exploradas: cerveja com a cara do Brasil e para leigos.

A partir daí produzimos dezenas de mapas mentais, fizemos vários brainstorm até chegar no seguinte conceito:
beber > zoeira > Brasil
REFERÊNCIAS
bebida + Brasil + zoeira = CACHAÇA

E outras cervejas

RESULTADO

Coxinha
Termo pejorativo usado na gíria e que serve para descrever uma pessoa "certinha", "arrumadinha"
fonte: http://www.signicados.com.br/expressoes-populares

Texto da lateral:
Todo arrumadinho, cheio de manias e ui ui ui. Metido a besta, cara de poucos amigos, engomadinho. Férias em Angra? Que isso, meu bem. Meu negócio é Miami Beach! Gosta de ostentar a riqueza. Assim como a Pilsen, douradinha, de baixo amargor e cheia de espuminha! Todo mundo tem um lado xarope. Menos a Vernácula!
Cara de Pau
Pessoa descarada, sem vergonha. Atrevido.
fonte: http://www.signicados.com.br/expressoes-populares

Texto da lateral:
Cara de pau vose, eim? Do tipo que não perde a oportunidade de dar aquela escapadinha pra relaxar assim que vê uma brecha. Aparência
comportada, mas por dentro tem um baita safado, assim como a Pale Ale, clarinha por fora mas amarga por dentro. Todo mundo tem um lado xarope. Menos a Vernácula!

Chato de Galocha
Alguém extremamente chato ou com comportamento socialmente desagradável. É o caso de um chato especial, um upgrade do chato habitual.
fonte: http://www.signicados.com.br/expressoes-populares

Texto da lateral:
Reclama de tu-do. Resmungador profissi- onal. Se você for jovem, é só aparência, pois sua alma é de um senhor de 230 anos. Tem que ter muito amor pra aguentar essa ranzinice. Assim como a IPA, o que tem de chato, tem de lúpulo, o que dá o sabor fortemente frutado. Haja saco! Todo mundo tem um lado xarope. Menos a Vernácula!
Cerveja Vernacula | Projeto Acadêmico
12
368
0
Published:

Cerveja Vernacula | Projeto Acadêmico

Trabalhos realizados nas disciplinas durante o curso de Design Gráfico.
12
368
0
Published: