• Add to Collection
  • About

    About

    Logo + visual identity for a new brand of coffee shop in Rio de Janeiro.
    Published:
The branding and visual identity Project for Rústico Café was done in September and October/2012, when my client – Michele Nunes – decided to open her own, and first, business. The initial guidelines for the logo given based on the name: it should be rustic, though not losing the sophisticated essence of the shop. Another of her wishes was the use of a coffee bean ripe and not toasted, as it is usually shown.
After understanding other essential aspects for creating and search for similar arts, I decided to deal with this rustic concept through textures, something that wouldn’t be compromised when small and that could also transmit a certain sight-touch synesthesia. So, I chose jute sacks of coffee as the main graphic element, besides the ripe seeds. This combination created what I wanted to achieve.
The lines and shapes, also very important for the creation, were inspired by some of Portinari’s paintings in consonance with the drawing technique of the cartooninst Nei Lima, with whom it was my pleasure to work during my internship at the Brazilian newspaper O Dia (from Rio).
The palette came from the earthy shades of the old coffee farms - brown from the soil and gold from the luxury of the society – in addition to the burgundy colour of the coffee bean. The beige and the cherry auxiliary, chosen for making up well the environment and harmonically coexist with the others.
The stamp created from the logo to the printed pieces of the visual indentity
Business card
Fidelity card
Envelope for official documents 
For the signaling, specifically, I created an old-fashioned atmosphere, using very traditional elements where possible. I followed the texture and shape style of the logo to keep the synesthesia. The signs “Fire Extinguisher” and “No Smoking” received a visual reinforcement – the use of red and the same font family of the logo – in order to attract more attention to them.
Portuguese translation
 
O projeto de marca e identidade visual do Rústico Café foi feito entre setembro e outubro de 2012 quando minha cliente, Michele Nunes, decidiu abrir seu primeiro negócio próprio. A diretriz inicial para a criação do logotipo foi dada a partir do nome em si: deveria ser algo Rústico, mas sem perder a essência sofisticada do estabelecimento. Uma outra dica passada pela cliente era o seu desejo de que a marca contivesse o grão de café ainda maduro, e não o torrado, como é de costume.
 
Depois de captar outros aspectos essenciais para a criação e pesquisar similares, decidi trabalhar o conceito rústico através da textura, algo que não comprometesse a redução da marca, mas que transmitisse uma certa sinestesia da visão com o tato. Escolhi então a sacas de café feitas de juta como elemento gráfico principal, além dos grãos maduros - a pedido da Michele. Essa combinação de malha da juta com o granulado formado pelo agrupamento dos grãos de café formavam aquilo que eu buscava alcançar.
 
Já o traço e a forma, outro detalhe muito importante da criação, foi inspirado em quadros de Portinari somados com a técnica de desenho do caricaturista Nei Lima, com quem tive o prazer de trabalhar na minha passagem pelo jornal O Dia.
 
Por sua vez a palheta cromática veio dos tons terrorosos das antigas fazendas de café (o marrom do solo e o dourado do luxo advindo da exploração cafeeira), além da cor vinho, retirada do oportuno grão maduro. As cores bege e cereja são auxiliares, escolhidas por comporem bem o ambiente e coexistirem harmonicamente com as demais. 
 
Para a sinalização, especificamente, criei um clima ainda mais "à moda antiga", utilizando elementos bastante tradicionais onde pude. Segui o estilo de textura e forma que criei para o logotipo para não fugir do conceito de sinestesia (tato + visão). As placas "Extintor de incêndio" e "Proibido fumar" receberam um reforço visual (utilização do vermelho e a adoção da família tipográfica do lettering do logotipo) no intuito de chamar mais atenção para elas.