Showcase & Discover Creative Work Sign Up For Free
Hiring Talent? Post a Job

Bēhance

Inaugurações de Miguel Bombarda

  • 764
  • 73
  • 6
  • Este projecto foi a minha proposta de concurso para os cartazes das inaugurações do Quarteirão de Miguel Bombarda do ano de 2013.
     
    Nos últimos 5 anos o quarteirão Miguel Bombarda tornou-se o centro nevrálgico da vida artística da cidade do Porto. Durante o dia passam pela rua pessoas oriundas de diversos pontos distintos do mundo para visitar as galerias e ver aquilo que é uma perfeita amostra do estado da arte na cidade e no país. Em volta destas mesmas galerias foram surgindo, e proliferando, casas completamente diferentes daquilo que se poderia encontrar no resto da cidade. Entre casas de chá, hostels e lojas de comércio tradicional "cool", a rua foi-se tornando num fervilhante centro boémio, na sua verdadeira asserção da palavra. 

    Para este cartaz redesenhei o logotipo Bombarda com marcador e todos os elementos — ilustração, tipografia, e padrão — foram desenhados à mão e posteriormente digitalizados e vectorizados para assegurar qualidade de impressão em grandes formatos.
     
  • Achei que seria interessante fazer algo mutável do dia para noite, no seguimento do ciclo diário natural da vivência da rua. Algo que servisse de prolongamento ao funcionamento das galerias quando elas fecham durante a noite. Desta forma resolvi usar a luz dos mupis (que apenas estão acesas durante a noite) para criar essa dualidade entre dia e noite através da impressão de um padrão no verso de cada cartaz que se tornasse visível apenas quando as lâmpadas acendem. Como se pode ver na imagem em cima.
     
    De forma a evidenciar a importância de Miguel Bombarda para o metabolismo da Invicta, adoptei como tema os órgãos do corpo humano, tendo cada um uma ligação especifica com aquilo que o quarteirão representa. 
  • Escolhi o coração de forma a representar a localização privilegiada do quarteirão na arquitectura urbanística da cidade;
  • O cérebro devido ao facto da rua ser o centro nervoso da vida artística da cidade;
  • E os pulmões em representação da própria cidade em que Miguel Bombarda está inserida, numa ligação ao ar do Douro.
     
    Em relação aos padrões optei por interliga-los com os elementos do tema em que estão inseridos: o padrão ondulante em representação da ondulação do Douro, o geométrico a ilustrar a racional do cérebro e o padrão mais complexo e, de certa forma, mais aleatório a dar forma às imprevisibilidades do sentimento a que a forma do coração está intrinsecamente ligada.
     
    Foram também criados alguns desdobramentos para além dos cartazes. Os flyers têm a forma principal (coração, cérebro e pulmões) recortados de forma a que o utilizador pudesse colocar os seus próprios padrões criando assim um novo flyer.
  • Foi também proposta a criação de artigos de merchandising como totebags e t-shirt, e a organização de actividades como a pintura da parede ao lado do Centro Comercial Bombarda com o tema da inauguração em questão (coração, cérebro, pulmões, etc) entre outras.